Sistema de TI torna a criação de cuidados paliativos fácil e acessível

Publicado em: 25/01/2016

{T:CONT_TITULO}

Um novo sistema de TI foi anunciado pelo serviço clínico britânico NHS Coordinate My Care (CMC, que deve tornar a criação de cuidados paliativos personalizados mais fácil e acessível, e aumentar a satisfação com os serviços de saúde e com o atendimento aos pacientes do sistema público de saúde. Desde o seu início em 2012, o programa inovador criou mais de 25 mil iniciativas de cuidados paliativos eletrônicos personalizados em toda Londres com a esperança de que um novo sistema impulsione ainda mais a captação de usuários na capital inglesa e em outras localidades.

Atualmente, o CMC, que é hospedado pelo The Royal Marsden NHS Foundation Trust, compartilha dados dos cuidados paliativos por toda Londres seja durante o expediente ou não, para clínicos-gerais, comunidades de enfermagem, de grupos de cuidados paliativos, hospitais, hospícios, agentes sociais, para o Serviço de Ambulância de Londres, para o serviço telefônico NHS 111 e casas de cuidados, para garantir que todo grupo de profissionais de saúde envolvidos nos cuidados dos pacientes estejam conectados 24 horas por dia, sete dias por semana.

John Middleton, gerente-geral do CMC disse, “25 mil cuidados por toda Londres tem sido uma conquista fantástica e uma prova da necessidade não atendida de cuidados centrados nos pacientes em estado terminal (End-Of-Life – EOL, em inglês). De fato, 79% dos usuários do CMC que morreram desde a criação de seu registro de cuidado paliativo no CMC, morreram em seus locais de escolha. Isto é um atendimento centrado nos pacientes que melhora suas experiências e a de seus familiares em tempos difíceis”. Ele adiciona, “Nós temos investido no novo sistema de TI depois de escutar nossos usuários para garantir ao maior número de pacientes e médicos os benefícios deste serviço vital”.

O sistema de TI criado em parceria com a InterSystems possui funcionalidade e é acompanhada por módulos de treinamento e-learning abrangendo todos os aspectos do serviço, incluindo como criar um registro EOL. A Dra. Caroline Chill, diretora-clínica de Integração e Idosos e Adultos Vulneráveis, do Grupo de Comissionamento Clínico (Clinical Comissioning Group – CCG, em inglês) de Merton e clínica-geral em Merton, disse, “Como uma ocupada clínica-geral, estou perfeitamente ciente da pressão do tempo sobre os médicos. Este novo sistema de TI é muito mais amigável ao usuário e deve reduzir o tempo tomado para a criação e atualização dos registros de EOL do CMC”.

Um relatório recente da Unidade de Inteligência Econômica elogiou o atendimento a pacientes em estado terminal no Reino Unido como o melhor do mundo citando qualidade e disponibilidade dos serviços, graças ao NHS e ao movimento de cuidados paliativos, como “inigualável”. Entretanto, o relatório apontou espaço para melhorias, ecoando constatações feitas pelo Provedor de Justiça Parlamentar e dos Serviços de Saúde na Inglaterra, que criticou os serviços de cuidados a pacientes em estado terminal.

A professora Julia Riley, Clinical Lead para a CMC e Consultora de Cuidados Paliativos nos hospitais The Royal Marsden & Royal Brompton recomenda cautela. “Nós somos bons, mas podemos fazer melhor e eu acredito fortemente que o avanço do planejamento de saúde é o caminho a ser seguido. Serviços de banco on-line e caixas eletrônicos nos dão acesso 24/7 às nossas finanças. Os registros de cuidados paliativos digitais podem ser a resposta para um atendimento flexível, no modelo 24/7 totalmente centrado no paciente, e propiciar reduzir custos para o NHS, tudo ao mesmo tempo”.

A próxima fase de implantação para o Coordinate My Care inclui o aumento da interoperabilidade com clínicos gerais, serviços comunitários, sistemas de TI para atendimentos agudos e urgentes, resultando na entrega de interoperabilidade completa, permitindo aos usuários utilizar o serviço CMC perfeitamente dentro de seus sistemas de hospedagem quando apropriado.

Fonte: Saúde Business, 11/01/2016.

Tag(s): Notícias

Relacionadas

AVANÇOS DA TELEMEDICINA:COMO MOTIVAR OS PACIENTES PARA A MANUTENÇÃO DO TRATAMENTO?

+

Como os novos protocolos de segurança irão impactar na produtividade das clínicas?

+

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19

+

O impacto da LGPD na Oftalmologia

Você conhece a Lei Geral de Proteção de Dados - LGPD (Lei nº 13.709/18)? Você sabe o que muda na sua empresa por conta dessa legislação?

+

Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

+

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais entra em vigor

A partir de agora, as empresas deverão adotar uma série de medidas para evitar que as pessoas tenham seus dados vazados.

+

Congresso SBAO 2021 será em Salvador no mês de maio.

Congresso SBAO 2021 será em Salvador no mês de maio. Saiba mais...

+

Lives SBAO - Como os novos protocolos de segurança irão impactar na produtividade das clínicas?

Como manter a sustentabilidade da empresa com as novas regras de segurança? Ajuste no fluxo de pacientes e espaço para o modelo pós pandemia Rotinas para...

+

Uma vitória histórica

Vencemos os optometristas no STF e garantimos a manutenção dos Decretos nº 20.931 e nº24.492, de 1932 e 1934, respectivamente

+

Lives SBAO - AVANÇOS DA TELEMEDICINA:COMO MOTIVAR OS PACIENTES PARA A MANUTENÇÃO DO TRATAMENTO?

Quais os limites e vantagens após 60 dias usando a telemedicina? Como está sendo o processo de pagamento? Qual o custo e o grau de satisfação dos pacientes?

+

Lives SBAO - Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

As operadoras de saúde irão propor mudanças na forma de remuneração? Preciso migrar para um novo modelo de negócio sem intermediários? Novas modalidades...

+

Lives SBAO - Gestão das Clínicas em Tempos de Covid

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19 Planejamento Financeiro, Gestão de Custos e Aspectos Tributários

+

Praia do Flamengo, 66B sala 401 - Flamengo - Rio de Janeiro - RJ
Cep: 22210-903 Tel: 21 2285-6052


Copyright © 2014 - SBAO - Sociedade Brasileira de Administração em Oftalmologia