Profissionais da saúde e do direito se reúnem em Fórum Judicialização da Saúde no CRM-TO

Publicado por: CRM-TO em 27/08/2012

{T:CONT_TITULO}

 

Várias autoridades do direito e da área da saúde, médicos, advogados e estudantes prestigiaram a abertura do “Fórum de Direito Médico e Judicialização da Saúde” que aconteceu na noite desta quinta-feira (23), na sede do Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO).
O presidente da entidade, Nemésio Tomasella, após dar as boas vindas aos presentes, falou em seu discurso de abertura sobre o dilema vivido pelo Judiciário em ponderar demandas individuais e coletivas quando o assunto é o direito ao acesso à saúde e que o médico se vê nesse emaranhado preocupado e buscando contribuir. Já o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d’Avila, explicou que debates dessa natureza e com o mesmo tema vem sendo realizados pelo CFM há alguns anos e que a prática de  promover  discussões sobre o tema tem sido estimulada em todos os conselhos regionais.
 
De acordo com o presidente do CFM, as entidades da rede sao estimuladas a discutir o tema
 
O procurador federal João Gabriel de Queiroz elogiou a iniciativa do CRM, falou sobre o valor e a importância do debate para os poderes judiciais. O secretário executivo da Secretaria Estadual de Saúde, José Gastão, falou da importância da criação de câmaras técnicas e que a Sesau deseja que os problemas da saúde sejam resolvidos antes que virem petições judiciais.
 
Debate - A primeira mesa de debate do fórum, com o tema “A Judicialização da Saúde Suplementar e a Criação das Câmaras Técnicas para Apoio aos Magistrados, foi presidida pelo primeiro secretário do CRM-TO, Jorge Guardiola; e teve como debatedores o presidente do CFM; o assessor jurídico da Unimed Palmas, Aristóteles Melo Braga; e o juiz de direito Luiz Otávio de Queiroz Fraz, representante da Comissão Estadual de Monitorização das Ações da Saúde - (Cemas-TO).
 
Durante a explanação, D'Avila mostrou que o Brasil possui 240 mil processos na Justiça com pedidos de acesso a medicamentos e a procedimentos médicos hospitalares, que o Rio Grande do Sul é o estado recordista e que os itens aspirina e protetor solar são os mais demandados nestes processos judiciais.  O assessor jurídico da Unimed Palmas, falou que eventos com esse foco contribuem muito para a construção de pontos de vista: dos médicos, advogados, pacientes, juízes. Já o juiz Luiz Otávio de Queiroz Fraz destacou em seu debate que “gostaria que a saúde pudesse fazer justiça e não a justiça fazer saúde”. Fraz falou ainda sobre a importância da criação de câmaras técnicas para promover filtros de solução de conflitos e assim não deixar que as demandas cheguem ao Poder Judiciário.
 
Prestigiaram - Representantes de diversas instituições marcaram presença no evento: o representante o sindicato dos médicos, Hélio Maués;  a represente da Associação Médica do Tocantins, Ana Virginia Gama Manduca; o secretário municipal de saúde, Samuel Bonilha; orepresentante do governador e da Secretaria Estadual de Saúde do Tocantins, José Gastão; o procurador da república (MPF), João Gabriel de Queiroz; Vera Nilza Alvares Rocha, sub-procuradora geral de justiça (MPE); o presidente da Unimed Palmas, Antônio Fagundes; entre outras autoridades.
Tag(s): Notícias

Relacionadas

AVANÇOS DA TELEMEDICINA:COMO MOTIVAR OS PACIENTES PARA A MANUTENÇÃO DO TRATAMENTO?

+

Como os novos protocolos de segurança irão impactar na produtividade das clínicas?

+

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19

+

O impacto da LGPD na Oftalmologia

Você conhece a Lei Geral de Proteção de Dados - LGPD (Lei nº 13.709/18)? Você sabe o que muda na sua empresa por conta dessa legislação?

+

Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

+

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais entra em vigor

A partir de agora, as empresas deverão adotar uma série de medidas para evitar que as pessoas tenham seus dados vazados.

+

Congresso SBAO 2021 será em Salvador no mês de maio.

Congresso SBAO 2021 será em Salvador no mês de maio. Saiba mais...

+

Lives SBAO - Como os novos protocolos de segurança irão impactar na produtividade das clínicas?

Como manter a sustentabilidade da empresa com as novas regras de segurança? Ajuste no fluxo de pacientes e espaço para o modelo pós pandemia Rotinas para...

+

Uma vitória histórica

Vencemos os optometristas no STF e garantimos a manutenção dos Decretos nº 20.931 e nº24.492, de 1932 e 1934, respectivamente

+

Lives SBAO - AVANÇOS DA TELEMEDICINA:COMO MOTIVAR OS PACIENTES PARA A MANUTENÇÃO DO TRATAMENTO?

Quais os limites e vantagens após 60 dias usando a telemedicina? Como está sendo o processo de pagamento? Qual o custo e o grau de satisfação dos pacientes?

+

Lives SBAO - Saúde suplementar e a interface com os convênios: o que mudou?

As operadoras de saúde irão propor mudanças na forma de remuneração? Preciso migrar para um novo modelo de negócio sem intermediários? Novas modalidades...

+

Lives SBAO - Gestão das Clínicas em Tempos de Covid

Gestão das clínicas em tempos de COVID-19 Planejamento Financeiro, Gestão de Custos e Aspectos Tributários

+

Praia do Flamengo, 66B sala 401 - Flamengo - Rio de Janeiro - RJ
Cep: 22210-903 Tel: 21 2285-6052


Copyright © 2014 - SBAO - Sociedade Brasileira de Administração em Oftalmologia